Araguainenses contam com cinco plataformas de compras on-line

Saiba quais estão disponíveis na cidade e veja dicas de infectologista para higienização dos produtos comprados

 
Os empreendedores araguainenses estão apostando em novas ferramentas para minimizar o impacto econômico causado pela pandemia do novo coronavírus. A recomendação de isolamento da população tornou as plataformas de vendas on-line um meio seguro e eficiente de chegar até o cliente. Atualmente, Araguaína conta com cinco plataformas em atividade: Compra Logo, Compra em Casa Brasil, iFood, Tô no Lucro e ZapDelivery – a feira em sua casa.

“É uma forma de aquecer as vendas neste período em que fica suspenso o atendimento ao público no local e um momento para as empresas despertarem para a importância de se estruturar no comércio eletrônico”, afirmou o gerente regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Joaquim Quinta Neto.

Os números são animadores, segundo pesquisa divulgada em março pela revista E-Commerce Brasil, 71% dos brasileiros aumentaram as compras on-line pós-covid-19. Ainda segundo publicação da mesma revista, a expectativa é de que o varejo digital cresça 21% neste ano no comparativo com 2019, movimentando mais de R$ 90 bilhões.

Circuito Gastronômico Araguaína Web
Acompanhando as novas tendências, no período de 20 de maio a 20 de junho, o Sebrae realizará o Circuito Gastronômico Araguaína Web, com a participação de 15 empresas do setor, divididas em três categorias: refeição/petisco, café da manhã/lanche e sobremesa. “Haverá premiação para os participantes melhor avaliados e o cliente que mais realizar pedidos”, informou Quinta Neto.

Compra segura
O cliente deve cuidar da higienização das mercadorias recebidas para prevenir qualquer risco de contaminação. A primeira orientação, de acordo com a infectologista Rosângela Ribeiro, é usar máscara ao receber o entregador e manter-se com ela até concluir a limpeza das compras.
Na sequência, as sacolas devem ser levados para a pia e descartadas após a retirada das compras. “Se for reutilizar as sacolas, a recomendação é lavá-las com água e sabão, deixar de molho na solução de água sanitária e água por 15 minutos, depois secar ao sol”, esclarece a médica.

Consumo sem contaminação
Retirados os produtos das sacolas, lave as mãos com água e sabão. Verduras, legumes e frutas que serão consumidos com casca, devem ser lavados em água corrente e depois colocados de molho por 15 minutos em uma mistura de 1 colher de água sanitária em 1 litro de água. Ao final desse tempo, lave-os em água corrente e deixe secar ou seque com papel toalha.
Verduras, legumes e frutas que serão consumidos sem casca, precisam apenas ser lavados com água e sabão e deixados secar naturalmente ou enxutos com papel toalha.
Embalagens com ovos devem ser higienizadas com álcool a 70% antes de abertas. Depois, os ovos devem ser retirados e a embalagem descartada. Os ovos devem ser lavados antes do consumo. Carne, peixe e frango também devem ter a embalagem plástica descartada e ser guardados em vasilhas com tampa.

Produtos em embalagens
As compras recebidas em embalagens plásticas, vidros ou alumínio devem ser lavados com água e sabão. Alimentos em embalagens de papelão devem ser higienizados com álcool a 70%.

Ao final da higienização, a pia deve ser lavada com água e sabão, retire a máscara utilizada, que deve ser descartada ou lavada caso seja de tecido lavável, lave as mãos.
 

Fonte: Mara Santos / Fotos: Marcos Sandes/Ascom

Posts recentes

Categorias

Assinar!

Blog

http://cerradopost.com/blogkonjuntura/

Redes Sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons