Projeto inclui educação financeira e direito no ensino médio no TO

Issam Saado pretende incluir disciplinas de direito e educação financeira no currículo de estudantes

Dois projetos inovadores foram apresentados pelo deputado estadual Issam Saado (PV) na Assembleia Legislativa do Tocantins. Um deles projeta em lei a inclusão como disciplina obrigatória no ensino médio a Educação Financeira. Em outro, a inclusão de Noções Básicas de Direito.

Ao reconhecer a fragilidade do ensino no Brasil o parlamentar afirma que a disciplina de Direito preparará os estudantes do último ano escolar para as questões jurídicas do cotidiano, na busca do conhecimento por seus direitos. “O interesse dos jovens no Direito é uma questão de cidadania, que agrega na formação de cidadãos pensantes e críticos”, argumenta.

A carga horária prevista em projeto de lei é de 60 minutos por semana.

Quanto a Educação Financeira, a proposta prevê uma abordagem transversal, ou seja, da mesma forma que os professores abordam a questão dos direitos humanos com os alunos, presente em diferentes disciplinas e desenvolvida de forma interdisciplinar.

O parlamentar acredita que a educação financeira é importante para que os estudantes aprendam a lidar com o dinheiro na vida adulta e, desta forma, alcançar seus objetivos materiais, bem como evitar o endividamento.

Fonte: Ana Cássia Costa/Foto: Antônio Cesar /Ascom / HD

Posts recentes

Categorias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons