Deputado federal Célio Moura PT/TO. repudia com veemência apologia à ditadura de Eduardo Bolsonaro

O Partidos dos Trabalhadores, em ação conjunta com os partidos de esquerda (PSOL, PT, PCdoB e PSB) vão entrar com uma representação criminal no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), depois do filho do presidente da República ameaçar o Brasil, e suas Instituição, com a volta da Ditadura Militar, no caso de ampliação das manifestações populares no Brasil contra o governo de seu pai, Jair Bolsonaro.

Hoje, o deputado chegou a dizer que se a esquerda “radicalizar” poderia haver um “novo AI-5” no país.
O ato institucional marcou um dos períodos mais duros dos anos de chumbo, marcados por censura à imprensa e à liberdade de expressão, suspensão de direitos políticos, torturas e assassinatos.

Como Membro Titular do Conselho de Ética da Câmara, informo que nós da oposição vamos entrar também com pedido de cassação do mandato de Eduardo Bolsonaro no Conselho de Ética da Câmara, por quebra de decoro parlamentar.

Fonte: Ascom/Célio Moura PT/TO

Posts recentes

Categorias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons