Professoras da rede estadual desenvolvem projeto que trabalha o combate ao racismo e estimula a autoaceitação

Criado com o objetivo de combater o racismo, reconhecer e valorizar traços afrodescendentes, o projeto Negra Flor de Girassol, desenvolvido no Colégio Estadual Campos Brasil, de Araguaína, desde 2016, vem mudando a vida das estudantes da unidade de ensino.

Idealizado pelas professoras Zilma Galbino e Nayrana França, o projeto conta com atividades constantes. “Trabalhamos ele o ano todo com festivais de hidratação, palestras sobre autoras negras, e no final do ano realizamos um ensaio fotográfico”, destacou a professora Zilma Galbino.

Quando o projeto foi criado contava com apenas 20 alunas. “Realizamos no primeiro ano apenas um desfile, mas ficamos querendo fazer mais. Na edição seguinte, trabalhamos durante todo o período letivo: valores e autoaceitação e, ainda, realizamos o primeiro ensaio fotográfico, além do desfile. Nesse, já tínhamos 50 alunas”, ressaltou Zilma Galbino.

Em 2019, além das atividades já existentes, o projeto começou a apresentar livros de autoras negras. Neste ano, o projeto passou a contar com 95 alunas. Uma das exigências do Projeto é que as participantes tenham boas notas e disciplinas, metas que vêm sendo alcançadas, de acordo com as idealizadoras do Projeto.

A estudante Vitória Barcelo concluiu o ensino médio em 2018, mas fez questão de registrar o seu depoimento sobre o Negra Flor de Girassol. “Participei da primeira edição do Projeto, no qual as professoras incentivavam a assumirmos as nossas origens afro. Elas mostravam que não importava o volume dos meus cachos e que somos lindas por sermos assim”, comemorou.

Fonte – Cláudio Paixão/Secom-TO.

Legenda:

  • O Projeto Negra Flor de Girassol atualmente conta com a participação de cerca de 100 alunas/Seduc / Governo do Tocantins
  • Professoras idealizadoras do Projeto, Zilma Galbino e Nayrana FrançaA
  • A estudante Vitória Barcelo participou da primeira edição do Projeto, em 2016O
  • Projeto Negra Flor de Girassol atualmente conta com a participação de cerca de 100 alunas

Posts recentes

  • Nota do Cimi sobre assassinatos de indígenas Guajajara, no Maranhão, e Tuiuca, no Amazonas
    Tais crimes têm acontecido na esteira de discursos racistas e ações ditadas pelo governo federal, como o incentivo a invasões às terras indígenas O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) vem a público para denunciar e repudiar mais um atentado com vítimas fatais contra o povo Guajajara, no estado do Maranhão, e contra um indígena Tuiuca, no … Leia mais
  • Carrapatos causam prejuízo superior a US$ 3 bilhões no Brasil
    A informação é da Embrapa Gado de Corte. Para o gerente de produtos da Vetoquinol, Humberto Moura, combater os carrapatos requer controle estratégico Levantamento da Embrapa Gado de Corte mostra que a pecuária perde até US$ 3 bilhões por ano (cerca de R$ 12 bilhões) devido ao carrapato, considerado um dos piores inimigos dos rebanhos. … Leia mais
  • Procon divulga horários de expediente na Capital e nos demais núcleos regionais
    Com base no decreto do Governo Estadual divulgado no último dia 6, instituindo a jornada de 6 horas para o funcionalismo do executivo estadual, a Superintendência do Procon Tocantins ajustou os horários dos 11 núcleos regionais para que o consumidor não seja prejudicado no atendimento de qualquer natureza. A medida do governo do Tocantins que … Leia mais
  • Câmara Municipal de Araguaína iniciará votação do Orçamento para 2020
    A Câmara Municipal de Araguaína iniciará o processo de votação da Lei Orçamentária Anula (LOA) para o exercício de 2020 na tarde da próxima terça-feira (10) em Sessão Extraordinária. O Presidente da Câmara, vereador Aldair da Costa Sousa (Gipão), convocará Sessão Extraordinária na próxima terça-feira (10) para o início da votação do Orçamento de 2020, … Leia mais
  • DPE-TO participa de audiência pública sobre acessibilidade em Araguaína
    Uma audiência pública voltada para as demandas de acessibilidade da população com deficiência na Câmara de Vereadores de Araguaína aconteceu na última sexta-feira, 06. O coordenador do Núcleo Aplicado das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac), o defensor público Pablo Chaer, integrou a mesa de honra da solenidade, proposta pelo presidente da Casa, vereador Aldair da … Leia mais

Categorias

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons