Ação da DPE-TO gera Liminar favorável à regularização da acessibilidade a surdos no Detran

Decisão determina ao Governo do Estado que o Detran-TO oferte atendimento em Libras a pessoas com deficiência auditiva nos processos que envolvam a CNH

O Governo do Estado tem um prazo de 30 dias para regularizar a efetividade da acessibilidade de pessoas com deficiência auditiva durante os atendimentos realizados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-TO). Esta determinação ocorreu a partir de uma Decisão Liminar deferida pela Justiça em uma Ação Civil Pública (ACP) proposta pela Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) que visa garantir à comunidade surda o suporte de intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) em todas as fases do processo de obtenção ou renovação de Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A ACP proposta pela DPE-TO mediante a atuação do defensor público coordenador do Núcleo Especializado de Proteção e Defesa do Consumidor (Nudecon), Daniel Silva Gezoni, solicita que as adequações na oferta do atendimento às pessoas surdas ocorram conforme os termos previstos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e na Resolução nº 558/2015, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que “dispõe sobre o acesso da Libras, para o candidato e condutor com deficiência auditiva quando da realização de cursos e exames nos processos referentes à CNH”. A Liminar foi deferida pela Justiça no último dia 21 de novembro, e o prazo de 30 dias dado ao Estado para atender às demandas de acessibilidade passa a contar da ciência do mesmo em relação à Decisão.

Tópicos da Decisão

Conforme exposto na Decisão Liminar, a ACP foi interposta a partir do fato de que o “Estado do Tocantins não viabiliza acessibilidade para que as pessoas com deficiência auditiva retirem/renovem suas carteiras de habilitação de motorista, o que foi identificado através de reunião aberta com a população e através de seus atendimentos”, ressaltando que a reunião e o atendimento foram realizados pelo Nudecon. Ainda neste contexto, consta na Decisão, ainda, que o Detran-TO “não possui profissional intérprete de Libras apto a interpretar a aulas do curso de formação, de modo que os candidatos surdos, ainda que aprovados nos exames de aptidão física e mental, não conseguem prosseguir na fase do curso de formação teórica”.

Resolução nº 558/2015

Para acessar a íntegra da Resolução do Contran que contempla o direito da comunidade com deficiência auditiva a atendimentos em Libras nos Detrans de todo o Brasil basta clicar em Resolução nº 558/2015.

Leia também

Pessoas com deficiência procuram DPE por falta de acessibilidade em autoescolas da Capital: https://www.defensoria.to.def.br/noticia/34768

Marcus Mesquita / Ascom DPE-TO

Poosts recentes

  • Câmara Municipal de Araguaína iniciará votação do Orçamento para 2020
    A Câmara Municipal de Araguaína iniciará o processo de votação da Lei Orçamentária Anula (LOA) para o exercício de 2020 na tarde da próxima terça-feira (10) em Sessão Extraordinária. O Presidente da Câmara, vereador Aldair da Costa Sousa (Gipão), convocará Sessão Extraordinária na próxima terça-feira (10) para o início da votação do Orçamento de 2020, … Leia mais
  • DPE-TO participa de audiência pública sobre acessibilidade em Araguaína
    Uma audiência pública voltada para as demandas de acessibilidade da população com deficiência na Câmara de Vereadores de Araguaína aconteceu na última sexta-feira, 06. O coordenador do Núcleo Aplicado das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac), o defensor público Pablo Chaer, integrou a mesa de honra da solenidade, proposta pelo presidente da Casa, vereador Aldair da … Leia mais
  • Programação de Natal de Araguaína inicia na próxima quinta-feira, 12
    As praças das Nações e do Setor Noroeste estão sendo decoradas para receber as atrações artísticas até o Natal, dia 25 Serão 14 dias de apresentações teatrais e musicais até o dia 25. A abertura da programação terá a chegada do Papai e Mamãe Noel A Programação de Natal de Araguaína inicia na próxima quinta-feira, … Leia mais
  • Reforma administrativa: Fim da estabilidade favorece perseguição ideológica de servidores
    Antonio Tuccílio, presidente da CNSP. Autor: Antonio Tuccílio, presidente da Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP) A gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL) promete muitas reformas. A da Previdência já foi aprovada. A tributária, que há décadas é tida como uma necessidade, deve entrar na pauta em breve. E, para completar o time das reformas, … Leia mais
  • Projeto Live DPE alcança mais de seis mil pessoas
    Realizado pela Defensoria Pública, transmissões ao vivo ofertam entrevistas com temas relevantes sobre a prestação de serviços da Instituição e defesa do cidadão Com a proposta de ser uma conexão direta via redes sociais entre defensoras e defensores públicos e a comunidade em geral, o projeto Live DPE – com apenas sete meses no ar … Leia mais

Categorias

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons