Meio Ambiente participa do 19° Fórum de Governadores da Amazônia Legal

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) participou nesta quarta e quinta feira, 27 e 28, do 19° Fórum de Governadores da Amazônia Legal que ocorreu em São Luís (MA). Os participantes do evento se dividem em Câmaras Técnicas Setoriais para discutir assuntos relacionados à temática de cada representante.

Na Câmara Setorial do Meio Ambiente, participam os secretários de Estado do Meio Ambiente, técnicos da Câmara Setorial e delegados do GCF para discutir os processos e procedimentos para a Câmara Setorial, no âmbito da estrutura de governança do Consórcio, discussão e evolução das Notas Conceituais dos três projetos prioritários/2019 que são: estruturação do Mercado de Negócios e Serviços Ambientais, Integração do Zoneamentos Ecológico – Econômico da Amazônia Legal e o alinhamento de Protocolos para a Eficiência da Gestão Ambiental, em conjunto com procedimentos de regularidade ambiental.

O secretário da Semarh, Renato Jayme, acompanhou o governador do Tocantins, Mauro Carlesse, que na ocasião apresentou o programa Pátria Amada Mirim (PAM). O programa vai contemplar inicialmente 25 mil alunos em 139 municípios no período de três anos. Os estados membros da Amazônia Legal manifestaram interesse em implantar o programa em seus estados.

No último fórum dos governadores realizado em Palmas no mês de agosto, foram debatidos as ações da plataforma para o próximo semestre e o acompanhamento das agendas estratégicas de gestão ambiental dos estados membros. Durante o encontro, assuntos como Fundo Amazônia, Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e Licenciamento Ambiental serão elencados pelos nove secretários de meio ambiente que constituem a Amazônia Legal: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso Rondônia, Roraima, Pará e o Tocantins.

Carta de Palmas

Os governadores listaram, na carta, as próximas ações e manifestaram preocupação com o desmatamento ilegal na Amazônia Legal. Em um dos trechos do documento, os governadores manifestaram a preocupação com o avanço do desmatamento ilegal na Amazônia Legal e ratificaram o compromisso institucional de buscar mecanismos reais que garantam o desenvolvimento sustentável da região. Na carta, os governadores também reiteraram a relevância do Fundo Amazônia para a gestão do desenvolvimento a partir da valorização de ativos regionais e a relevância do volume de investimentos disponíveis para os Estados.

Fonte;: – Robson Corrêa/Seccom-TO.

Legenda:
Nove governadores dos estados que compõem a Amazônia LegalEsequias Araujo/Governo do Tocantins
19º Fórum de Governadores da Amazônia Legal realizado em São Luís-MA

Posts recentes

Categorias

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons