Micotoxinas, o inimigo invisível que pode reduzir os ganhos da sua produção

Equipe técnica da Trouw Nutrition esclarece principais pontos sobre a contaminação por substâncias tóxicas produzidas pelos fungos

Avicultores, suinocultores, produtores de leite, pecuaristas de corte e piscicultores estão sempre alertas aos desafios do campo, que envolvem problemas sanitários, ambientais, de manejo e alimentação. “Atenção especial é dada à nutrição, uma vez que é o item que mais impacta os custos de produção (cerca de 70% dos gastos totais). O melhor desempenho animal também depende da qualidade da ração. Então, o cuidado precisa estar em todas as etapas: da fabricação até o comedouro”, explica Fernanda Andrade, gerente de programa Feed Safety da Trouw Nutrition.

“A contaminação microbiológica não pode ser vista a olho nu, mas é um desafio constante para os produtores. Ela pode chegar pela água, matérias prima, estar no ambiente e ocorrer durante o processo de fabricação. De maneira geral, praticamente todos os insumos usados na alimentação animal têm potencial de desenvolvimento fúngico. Fatores, como ambiente, umidade e temperatura, também influenciam em um maior ou menor grau”, complementa Fernanda.

Seja na produção de aves, suínos, peixes e bovinos, os animais são vacinados e os ambientes devem ser higienizados para que não haja proliferação de doenças. No entanto, a armazenagem das matérias-primas destinadas à produção de rações muitas vezes fica em segundo plano.

“Atualmente, a indústria de insumos tem soluções tecnológicas capazes de reduzir os impactos das micotoxinas. São os adsorventes. Eles atuam como agentes sequestrantes das substâncias tóxicas, impedindo que sejam absorvidas pelo organismo dos animais”, esclarece o gerente Nacional de Vendas Feed Additives, Ronaldo Silva.

O impacto das micotoxinas no desempenho dos animais pode não ser notado de forma direta. Um exemplo é a ação das Fumonisinas: elas podem levar a problemas nas patas dos frangos de corte e dificultar a locomoção até o alimento, diminuindo o ganho diário de peso. “A mortalidade é rara, mas a perda em produtividade é significativa e atrapalha o retorno financeiro dos avicultores”, destaca Fernanda.

Em caso de contaminação, a integridade do sistema imunológico é um dos maiores desafios, associada a problemas hepáticos e reprodutivos. “Os adsorventes são usados para a dieta de diferentes espécies, como bovinos, suínos, aves, peixes e animais de companhia. De acordo com a necessidade e risco da propriedade, a Trouw Nutrition oferece linhas completas de adsorventes, compostas por TNFix, TNBetaFix, TNStarfix e TNMegaFix. Livres da ação das micotoxinas, os animais têm melhor conversão alimentar e os lotes são mais homogêneos, garantindo rentabilidade para o negócio”, finaliza Ronaldo Silva.

Fonte: Giovanna Borielo

Posts recentes

   Categorias

Blog

Share On Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons